Sobre medos e incertezas

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Vou começar falando que estou preparando um novo layout pro blog. Sinto falta do meu "blog menininha" com o layout todo fofo. E quero dizer que vou voltar com os meus textos semanais, sei que muitas abrem os posts e nem leem, mas antigamente o meu blog era a minha terapia, onde eu me expressava e fazia textos dos quais muitos se identificavam, quero isso de volta. O tamanho do post vai aumentar (já fiz esse ajuste, então as fotos dos outros posts ficarão "fora de forma").

Ano passado foi um ano dificílimo na minha vida. E não, não é drama! Não me dediquei aos estudos, só sabia me dedicar à séries e ao blog. Resultado? Não tive uma boa pontuação no ENEM e não passei para absolutamente curso nenhum. Foi aí então que o "Em Cena" entrou na minha vida. Comecei a fazer o curso de teledramaturgia e cinema. No início foram só flores e eu tinha certeza de que era isso que queria pro meu futuro. Desisti? Não! Ainda tenho o sonho de ser atriz.

Quando concluí o módulo teatro, realizei o meu sonho de fazer uma peça: "O Despertar da Primavera" e achei que também realizaria o meu sonho de fazer o filme. Mas a vida não é só baseada nas minhas vontades. Problemas familiares ocorreram e parte do meu sonho foi interrompido. Até aí tudo bem, sou de crer nos planos de Deus! Não perco a minha fé nunca.

No momento eu não sei o que vai ser do meu futuro. Eu tenho a consciência de que preciso fazer uma faculdade, mas não sei qual. Não quero viver numa cidade grande, à beira de perigos. Também não quero viver numa cidade pequena, onde não tem curso do qual me identifique. Os meus medos são derivados das minhas incertezas. E não existe coisa pior! Quem tem Deus no coração, sabe que Ele tem planos guardados para cada um de nós, e que o que for pra ser, será.

E é assim que eu estou vivendo. Na fé em Deus, na fé em Seus planos. Na fé de que o tempo dará a minha certeza. Na fé de que o meu caminho já está sendo trilhado. O destino me levou ao "Em Cena", e talvez o destino me leve de volta à ele. Ou me leve pra outra direção. Quem sabe?
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Valeska Ribeiro © 2013 - 2014